Contorno corporal

Abdominoplastia

Nem sempre conseguimos ter um abdome liso e definido só com exercício físico e controle de peso. A abdominoplastia é indicada para as paciente com flacidez na região abdominal. Gravidez, perda de peso, hereditariedade e o próprio envelhecimento da pele podem contribuir para o desenvolvimento do excesso de pele no abdome. Com a cirurgia o excedente cutâneo e a gordura são removidos, a musculatura é reaproximada na linha média e um novo umbigo é feito. A lipoaspiração pode ser associada.

A cirurgia não é um substituto à perda de peso, mas é útil para a melhora do contorno corporal. Além disso, ela não corrige estrias. Apenas aquelas abaixo do umbigo que estão na área que será ressecada serão retiradas.

Pacientes que estão em processo de perda de peso ou que ainda desejam engravidar são aconselhadas a adiar a cirurgia para manter os resultados por mais tempo.

Lipoaspiração

A lipoaspiração consiste na retirada de gordura de áreas localizadas com o uso de cânulas. Também conhecida como lipoescultura, com ela é possível modelar e esculpir o corpo realçando as suas curvas e sombras naturais. O senso estético do cirurgião e os cuidados com os detalhes irão garantir o melhor resultado.

Apesar de boa saúde e da prática de exercício físico, algumas pessoas podem, ainda, ter um corpo com contornos desproporcionais. Várias partes do corpo podem ser tratadas, incluindo coxas, braços, pescoço, cintura, costas, parte medial do joelho, mamas, bochechas, queixo, pernas e tornozelos. O objetivo não é emagrecer com a cirurgia, mas, sim, retirar o excesso de gordura localizada que não desaparece mesmo com perda de peso e atividade física.

Através de pequenas incisões, imperceptíveis, uma solução líquida estéril com adrenalina é infundida para reduzir o sangramento e o trauma. Em seguida, a cânula é inserida para soltar o excesso de gordura, por um controlado movimento de vaivém. A gordura deslocada é, então, aspirada para fora do corpo.

Gluteoplastia

A gluteoplastia pode ser realizada, resumidamente, por meio das seguintes técnicas.

  • Implantes de silicone: através de uma incisão no sulco entre os glúteos cria-se um espaço no interior do músculo glúteo máximo onde será introduzido o implante de silicone. Esta técnica proporciona excelentes resultados com boa projeção ao glúteo. Pode ser associada à lipoaspiração de flancos e lipoenxertia de glúteo para ressaltar o contorno das nádegas.
  • Lipoenxertia: a gordura lipoaspirada de outras regiões como flancos e culotes é enxertada em planos profundos da região glútea. Proporciona aumento do volume e melhoria no contorno.
  • Lifting de glúteos: indicado para as pacientes que apresentam excedente de pele e queda dos tecidos da região posterior. A incisão fica localizada na linha do biquíni e, através da ressecção de tecidos, é possível suspender toda região das nádegas. Pode ser associado a outros procedimentos como os citados anteriormente. Quando em associação com abdominoplastia clássica é chamado de dermolipectomia circunferencial por tratar tanto a região anterior quanto a posterior.

Normalmente são mantidos drenos no pós-operatório e é preciso utilizar a malha cirúrgica durante o tempo recomendado pelo cirurgião. O repouso e as recomendações devem ser seguidos com todo o cuidado para evitar complicações.

Braquioplastia (Lifting de braços)

O lifting de braços, ou braquioplastia, retira o excesso de pele da região superior dos braços até a região do cotovelo. Remodela o braço, deixando a pele mais lisa e com contornos suaves, resultando em aparência tonificada.

O tamanho da cicatriz resultante depende da quantidade do excesso de pele a ser removido. Fica localizada na face interna ou posterior dos braços. Quando existe apenas o acúmulo de gordura pode-se realizar apenas a retirada do tecido adiposo por meio da lipoaspiração. A duração do resultado depende da manutenção do peso e da boa forma, do tipo de pele e de características hereditárias.

Cruroplastia (Lifting das coxas)

O lifting das coxas, ou cruroplastia, visa à remoção dos excessos de pele da face interna das coxas, resultando em contornos mais proporcionais dos membros inferiores.

A cicatriz resultante localiza-se na face interna da coxa. Dependendo do excesso de pele, a cicatriz pode localizar-se desde a raiz da coxa, horizontalmente, até estender-se verticalmente até a altura do joelho.

Quando existe o acúmulo de gordura na região das coxas, porém, sem excedente de pele, podemos realizar apenas a retirada do tecido adiposo por meio da lipoaspiração.

Os resultados podem ser duradouros se você mantiver peso estável e boa forma e dependem, também, do seu tipo de pele e de características hereditárias. Como o corpo envelhece é natural perder certa firmeza com o passar do tempo.

Prótese de panturrilha

Mesmo com musculação, muitas vezes não conseguimos pernas bem torneadas e com contorno harmonioso, em especial na parte inferior. Para esses casos, pode ser indicada a prótese de panturrilha, que traz um volume para a região conhecida como “batata da perna”. A incisão é feita na dobra da perna, resultando em uma cicatriz discreta pouco aparente.

Body lifting

O body lifting, cirurgia para melhora do contorno corporal, melhora a forma e o tônus dos tecidos subjacentes que sustentam gordura e pele. Envelhecimento, danos causados pelo sol, gravidez e oscilações significativas no peso, bem como fatores genéticos, podem contribuir para a baixa elasticidade dos tecidos, resultando em flacidez no abdome, nádegas, coxas e braços. Pacientes pós-bariátricos, após grande perda ponderal, beneficiam-se muito com esse tipo de procedimento.

A cirurgia atua sobre:

  • Área abdominal, localmente ou se estendendo em torno das laterais, na área inferior das costas.
  • Glúteos.
  • Virilha.
  • Coxas, na sua parte externa, interna, posterior ou circunferencialmente.

Os resultados do body lifting são visíveis imediatamente no pós-operatório. Porém, a manutenção do resultado depende de você manter peso estável e boa forma, do seu tipo de pele e de características hereditárias. Como o corpo envelhece é natural perder certa firmeza com o passar do tempo.

Pós-bariátrica

Após a cirurgia bariátrica e a consequente redução de peso, a pele e os tecidos perdem a elasticidade e podem não estar em conformidade com o tamanho reduzido do corpo. Há um prejuízo funcional e estético prejudicando a qualidade de vida. Como resultado, os braços ficam flácidos, as mamas podem achatar e os mamilos caídos e o abdome resultam em uma saliência semelhante a um avental. Por fim, as nádegas, a virilha e as coxas podem apresentar flacidez, ocasionando bolsas suspensas de pele.

A intervenção cirúrgica de contorno corporal, após grande perda de peso, melhora a forma e o tônus do tecido subjacente, que sustenta gordura e pele, e remove o excesso de gordura e flacidez da pele. O resultado é uma aparência mais normal do corpo, com contornos suaves.

Procedimentos indicados:

  • Bodylift: o lifting completo da parte inferior do corpo trata nádegas, abdome, cintura, quadris e a parte lateral da coxa em um único ou em vários procedimentos.
  • Pexia da mama: os padrões de incisão para remoção da flacidez da mama serão determinados com base na quantidade de excesso de pele a ser removido. O implante de mama é recomendado para melhorar a forma e o formato da nova mama.
  • Lifting de braço: a flacidez da pele nos braços é tratada com uma incisão na área das axilas, estendendo-se até o cotovelo.
  • Lifting de coxa: a remodelação dos contornos das coxas é obtida através de incisões na virilha que podem se estender para baixo, até o joelho, ao longo da parte interna da coxa.